06.04.2021  /  10:58

Ameaça a funcionários pelo Twitter rende condenação ao centibilionário Elon Musk. Aos fatos!

Elon Musk
Elon Musk || Créditos: Reprodução

Um post feito em 2018 por Elon Musk no Twitter, a rede social onde ele vive causando, rendeu uma condenação ao centibilionário dias atrás. Na época, o cofundador e CEO da Tesla usou o microblog para ameaçar alguns funcionários da montadora de carros elétricos que então cogitavam se sindicalizar a fim de conseguir melhores condições de trabalho.

Temendo uma complô em massa deles, Musk mandou demitir seu líder, Richard Ortiz, e avisou os outros que eles perderiam seus direitos a ações da Tesla caso levassem à frente a ideia, o que foi considerado abusivo pelo Conselho Nacional de Relações do Trabalho (NLRB, na sigla em inglês).

Em decisão anunciada na semana passada, a entidade determinou que Ortiz deve ser imediatamente readmitido pela Tesla e indenizado pelo tempo que foi forçado a ficar sem trabalhar por ordem de seu chefe. Já Musk recebeu apenas um puxão de orelha da NLRB, que deixou claro que mudará o tom no futuro caso ele cometa um deslize parecido. (Por Anderson Antunes)