17.03.2020  /  17:34

Tuca Franchini, guru espiritual das celebs, dá sua visão sobre as atuais questões mundiais: “Essa revolução energética foi criada pelas próprias pessoas”

Tuca Franchini // Crédito: Paulo Freitas

Tempos difíceis, muito difíceis. E são nesses momentos que precisamos unir forças – e cuidados – para passar pelos problemas da melhor forma, e o mais rápido possível. Para entender um pouco como andam as energias e a espiritualidade mundo afora, Tuca Franchini, guru espiritual das celebs, como Naomi Campbell, Mert Alas, Vanessa da Mata e Lea T, fala sobre 2020, que é regido por Xangô, orixá da justiça: “Muitas pessoas dizem que Xangô deveria saber quem é bom ou ruim, mas não é assim. Para Deus não existe diferença entre nós, assim como a morte, que é uma divindade que a gente chama de Iku, que leva quem tem que levar,” explica Tuca.

Ele também contou que é fácil perceber que o mundo está em desalinho: “Dá para notar atitudes em massa que são surreais. Ou seja, essa revolução energética foi criada pelas próprias pessoas. É o fluxo e refluxo do universo que criamos. Tudo o que está acontecendo, essa carga negativa, vem de nós mesmos. É difícil explicar, pois cada um tem sua verdade. Mas, na minha crença, o universo está reagindo a toda essa negatividade pela qual o mundo está passando”, afirma o guru. E uma das questões levantadas por ele é a web: “Diferente de alguns líderes religiosos que estão incentivando a não ter medo por conta da fé e que quem acredita em Deus não terá problema, sou contra isso e totalmente a favor da ciência e da realidade. Pelo que tenho acompanhado, muitos líderes da minha religião estão tomando as devidas precauções. Esse é um momento de reflexão, acredito no divino, no universo e que tudo isso veio para dar um breque”.

Sobre o coronavírus, o babalorixá conta que desde o início do ano tem feito rituais por conta das energias negativas que já estava esperando chegar: “Fiz uma viagem no começo de 2020 e na volta já fiquei em casa para me resguardar, pois abri o ‘jogo’ e foi pedido para que tanto eu, quanto o pessoal do terreiro, ficássemos em ‘isolamento’ social”. Os ‘trabalhos’ e a maior parte dos atendimentos de Tuca agora são à distância. A rotina pessoal também mudou e ele só sai de casa em casos de extrema necessidade.

Mas, nem tudo é negativo: “Tem males que vem para o bem: reclusão, consciência… A cura tem que ser do espírito, da alma. Hora de repensar um pouco sobre o que pode vir nos próximos anos”, afirma o guru que ainda dá um conselho bem claro “Não acredite em coisas que não tem fundamento. Informe-se com órgãos competentes, cuidado com as fake news, faça a sua parte e evite a exposição ao máximo.”