10.07.2018  /  9:00

Trem mais luxuoso do mundo circula no Japão e tem passagens a partir de R$ 45,2 mil

O Cruise Train Seven Stars, lançado em 2013 || Créditos: Reprodução

Quando o assunto é transporte público, o Japão se destaca com suas estações de metrô abarrotadas de passageiros que funcionam muito bem e seus famosos trens-bala. Mas o que tem chamado atenção no sistema ferroviário do país asiático é o Cruise Train Seven Stars, trem de luxo que começou a operar em 2013 com partida e chegada na estação de Hakata, no norte de Kyûshû, em uma viagem que pode durar até quatro dias. Uma espécie de Oriente Express japonês.

Responsável pelo design do trem, o arquiteto japonês Eiji Mitooka contou em entrevista para a “CNN” o que tinha em mente quando recebeu essa missão. “Dos assentos à iluminação e ao mobiliário, nosso objetivo sempre foi misturar elementos como mandalas, buscando inspiração no Oriente e no Ocidente, para criar algo novo”, disse o profissional.

O resultado para quem embarca no Seven Stars é uma verdadeira volta ao tempo em que materiais nobres, como madeiras de lei e porcelanas feitas à mão, se misturam com a mais alta tecnologia, sob medida para atrair japoneses e turistas endinheirados.

Ter um bolso recheado, aliás, é fundamental para viajar no trem de 77 vagões com capacidade para apenas 28 passageiros, considerado o mais luxuoso do mundo. As passagens vendidas em sistema de sorteio, em razão da alta demanda. O preço para desfrutar deste privilégio? A partir de US$ 11,5 mil (R$ 45,2 mil) pelo trecho mais curto, de apenas dois dias, entre as estações de Hasaka e Yufuin, no distrito de Ōita, podendo chegar a US$ 40 mil (R$ 157,2 mil) na alta temporada. (Por Anderson Antunes)

*

Clique na galeria abaixo pra ver fotos e saber mais sobre o Seven Stars: