25.04.2019  /  10:15

Travis Scott se torna réu em ação de quase R$ 80 milhões em que é acusado de plágio

DJ Paul e Travis Scott || Créditos: Wikimedia Commons

Travis Scott tem sorte de ter uma namorada bilionária, porque ele acaba de se tornar réu em uma ação que poderá lhe custar US$ 20 milhões (R$ 79,7 milhões). A bolada é reivindicada na justiça americana pelo DJ Paul do grupo Three 6 Mafia, que afirma ser o verdadeiro autor do refrão que faz parte do single “Tear da Club Up”, um dos que estão em um álbum recém-lançado pelo “love” de Kylie Jenner e que é sucesso de vendas nos Estados Unidos, intitulado “Astroworld”.

As chances de que Paul eventualmente vença a batalha nos tribunais são mínimas, mas de qualquer forma Scott terá que gastar uma boa grana com advogados para se defender. Sem falar nos custos de imagem, que nunca podem ser subestimados. Pra piorar a situação, o rapper também está sendo cobrado judicialmente por causa de uma suposta dívida de US$ 382,9 mil (R$ 1,53 milhão) que tem com um promoter de Minneapolis, onde foi disputado o último Super Bowl no começo de fevereiro.

O astro do hip hop foi contratado pelo profissional para se apresentar em um evento pré-jogo que rolou por lá na época, e além de não ter dado as caras ele nem sequer avisou que não compareceria, mesmo apesar de ter embolsado o cachê pelo serviço previamente. Ainda bem que Jenner já está com a conta bancária cheia e segue faturando alto com a ótima performance comercial de sua multimilionária marca de produtos de beleza, a Kylie Cosmetics, caso tenha que socorrê-lo. (Por Anderson Antunes)