29.03.2015  /  10:38

Tratamentos para corpo e cabelo à base de flores: vem saber

cine_flores (2)
Flor Awapuhi, orquídea, flor de macadâmia, flor de Azahar, gerânio africano e rosa || Créditos: iStock

Não é de hoje que flores são usadas como tratamento de beleza, claro. Mas tem muitas novidades nessa área. Glamurama foi pesquisar nos salões do Rio os lançamentos pra quem quer se cuidar de maneira mais natural. Descobrimos que a flor silvestre havaiana Awapuhi tem alto poder reparador para os cabelos, selando suas cutículas. Dizem que as nativas, conhecidas pelas cabeleiras hidratadas e brilhosas, sempre usaram o líquido extraído da flor para cuidar dos fios, nas cachoeiras do Havaí.  “O tratamento penetra no córtex e repõe proteínas perdidas ao longo da vida pelas agressões de aparelhos térmicos, colorações e alisamentos”, comenta o hairstylist Ricardo Moreno, do salão Esmell Leblon.

Já a semente da orquídea é um ótimo esfoliante para a pele. “A massagem com extrato e semente de orquídea, com alto poder de emoliência, elimina as impurezas e controla a oleosidade, garantindo uma pele limpa e viçosa”, explica Luana Rachele, esteticista do Ophicina do Cabelo, no Shopping Leblon. O extrato de orquídea também é bom para o cabelo. A rede Werner está propondo um tratamento com esse princípio ativo, combinado ao pó de diamante. “O pó de diamante aumenta o brilho e luminosidade do cabelo, enquanto a orquídea ajuda na maleabilidade e flexibilidade do fio”, conta Thaís Neves, colorista da equipe Werner.

O óleo da flor de macadâmia hidrata e fortifica as fibras capilares da raiz às pontas, restabelecendo vitalidade, maciez e brilho natural dos fios. No Studio Sonia Nesi, na Barra da Tijuca, o tratamento é combinado com cera de cadelila, que forma um filme protetor nos cabelos, mantendo-os hidratados e protegidos das agressões do dia a dia.

A flor de Azahar, província espanhola, é ótima para renovar a pele, principalmente as mais ressecadas. No W Spa, na Barra da Tijuca, ela compõe um ritual exfoliante, misturada a sementes de casca de argan, caroço de oliva e pepita de uva, que retira as células mortas, nutre e hidrata a pele.

E, menos exóticos, do tipo que dá pra comprar e fazer uma massagem em casa… “O óleo essencial de gerânio é um ótimo desintoxicante e diurético. Útil para tratar problemas de retenção de fluidos, por isso é considerado o melhor amigo da mulher na TPM. Já o óleo de rosa tem propriedades anti-sépticas, adstringentes e calmantes. Além disso, reduz manchas na pele, devido ao seu alto grau de renovação celular. Os dois juntos aumentam o fluxo sanguíneo, além de hidratarem a pele”, explica a terapeuta floral Marcia Rissato, da Pomander. As duas flores tem também funções terapêuticas. “O óleo de gerânio propicia sensação de aconchego e sociabilização, relaxando a mente e o corpo. Já o  de rosa atua no campo das emoções, especialmente em casos de depressão, ciúmes e ressentimento.”