27.07.2019  /  9:00

Trambiqueira russa que se apresentava como bilionária vai virar série escrita por Shonda Rhimes

Anna Sorokin || Créditos: Reprodução

A essa altura do campeonato, muitos  já conhecem as peripécias de Anna Sorokin, a russa de 28 anos que enganou a alta sociedade de Nova York se apresentando como alemã herdeira de uma fortuna de milhões de euros e, cujo inegável talento para propagar mentiras, lhe rendeu estadias em hotéis cinco estrelas, convites para as festas mais disputadas da Big Apple e até viagens de graça nos jatinhos de muitos milionários.

Condenada em maio a uma pena de 12 anos de prisão, sobretudo por causa dos cheques sem fundos que emitiu, Sorokin terá sua história transformada em série pela Netflix sob a batuta de ninguém menos que Shonda Rhimes e em troca de royalties estimados em US$ 25 mil (R$ 94,5 mil) por cada episódio da futura atração que for ao ar.

O único problema é que a jovem criminosa não vai conseguir colocar a mão no dinheiro tão cedo, já que um juiz de NY decidiu nessa semana que toda a renda dela a ser paga pela gigante do streaming deverá ser imediatamente transferida para as respectivas contas bancárias de suas vítimas. Ninguém sabe ao certo o tamanho dos prejuízos que Sorokin causou, mas só para um banco ela deve a bagatela de US$ 100 mil (R$ 378 mil). (Por Anderson Antunes)