28.11.2014  /  7:33

“Tosca”, última ópera da temporada lírica do Municipal, estreia neste sábado

Tortura, assédio sexual, chantagem, assassinato e fuzilamento: assim poderia ser resumido o enredo de “Tosca”, uma das óperas mais populares de Puccini, que estreia neste sábado, encerrando a Temporada Lírica do Theatro Municipal de São Paulo. Um dos destaques dessa montagem é o tenor argentino Marcelo Alvarez, que se apresenta pela primeira vez no Brasil.

Considerado um dos melhores tenores da atualidade, repete aqui seu papel de estreia no Royal Opera de Londres, em 2006: o do pintor Cavaradossi, amante da cantora lírica Tosca, pintor ligado a atividades revolucionárias que, por não denunciar o esconderijo de um amigo fugitivo, acaba preso pelo barão Scarpia. Tosca tenta libertá-lo, mas trai e é traída pelo barão, num final trágico para todos os personagens – bem ao estilo verista da época. Além de Alvarez, outros grandes nomes compõem o elenco: a soprano espanhola Ainhoa Arteta viverá Florina Tosca, o barítono italiano Roberto Frontali interpreta Scarpia e Massimiliano Catellani fará o amigo Cesare Angelotti.

A direção cênica é de Marco Gandini, que já dirigiu as principais casas de ópera do mundo, como Scala de Milão, Ópera de Roma e Metropolitan, e que em 2013 assinou a primorosa montagem de “Aida”, também no Municipal. Assim como na montagem de  “I Pagliacci”, neste ano, Gandini optou por aproximar a história ao nosso tempo: sua Tosca é ambientada na década de 70, e sua direção foge do estilo clássico, priorizando a naturalidade do gesto e da palavra.

* Serão ao todo nove récitas, de 29 de novembro a 13 de dezembro. Os ingressos custam entre R$ 40 e 100, com meia-entrada para todos os setores, e podem ser comprados na bilheteria do Theatro Municipal (tel. 11/3053-2090) ou pelo site da Compre Ingressos. Confira as fotos do ensaio geral na nossa galeria.