27.02.2013  /  15:05

Tom Jobim: homenagem em seis capitais na voz de Vanessa da Mata

Tom Jobim é o grande homenageado da Nívea deste ano. Depois do sucesso de Nívea Viva Elis, com Maria Rita no palco, a marca escolheu Vanessa da Mata para interpretar músicas do maestro. “Minha relação com o Tom é de amor e antiga. Sou de uma cidade pequena do Mato Grosso e, infelizmente, não tive a oportunidade de vê-lo ao vivo. Mas ele sempre chegou pela TV e pelo rádio. Sua música para mim tem poder curativo. Ela espalha amor e carinho pela casa, enche o ambiente de energia positiva”, diz Vanessa. “Onde há a pretensão de ser chique, há Tom”, se rasga em elogios.

A curadoria, direção e produção dos shows será de Monique Gardenberg, que adianta uma das surpresas do espetáculo. “Eumir Deodato vem de Nova York e já começa a trabalhar no projeto na semana que vem. Esse será um show que mostra a posição do Tom no mundo – o Tom do sim”. Ana Jobim, claro, está no projeto. “Antes tudo acontecia em volta dele e hoje temos essa responsabilidade de falar dele e cuidar da obra dele como ele gostaria”, comenta ela sobre a reverência ao nome do ex-marido. “Tom é o segundo mais regravado do mundo, com ‘Águas de Março’. Em primeiro lugar vem Beatles. E ele sempre brincava dizendo que ‘eles são quatro em inglês, eu sou um em português'”.

Os shows gratuitos começam no dia 9 de abril, com uma avant-première para convidados no Rio. De lá, segue para mais cinco capitais – São Paulo, Rio, Porto Alegre, Salvador, Brasília e Recife, ainda sem ordem definida – e fecha em junho em uma praia do Rio, “onde encontramos Tom por toda parte”, diz Monique. O repertório é o que deu mais trabalho para a equipe. “No primeiro momento tínhamos 140 canções. Selecionamos 60 que tinham que entrar. Como é impossível, teremos 23 para ter bis e outras surpresas.” E como na homenagem a Elis, Tom também deve ganhar exposição. Quer um gostinho da homenagem? Play!