30.06.2020  /  9:50

Título de bilionária recentemente ‘tirado’ de Kylie Jenner poderá ir para Kim Kardashian. Entenda!

Kim Kardashian e Kylie Jenner || Créditos: Reprodução

Rolou uma reviravolta daquelas no multimilionário universo das Jenner/Kardashians. É que depois de Kylie Jenner ser alçada, em meados do ano passado, ao posto de bilionária self-made mais jovem da história, só para perder o título pomposo alguns meses depois por supostamente ter mentido para conquistá-lo, agora é a entrada de Kim Kardashian no clube dos dez dígitos que está sendo considerada.

Isso porque a big sister de Kylie acaba de vender 20% de sua marca de cosméticos, a KKW Beauty, para a americana Coty em um acordo que lhe rendeu US$ 200 milhões (R$ 1,09 bilhão). Em tese, isso dá à empresa um valor de mercado de US$ 1 bilhão (R$ 5,46 bilhões), e assumindo que Kardashian manteve os 80% restantes de seu capital, é possível dizer que ela está quase lá. Mas alguns fatores precisam ser considerados…

Entre outras coisas, por exemplo, a mulher de Kanye West (que já é bilionário) vai ter que pagar impostos bem salgados pela transação com a Coty, e considerando outros descontos e também outras empreitadas dela, como seu game para smartphones “Kim Kardashian: Hollywood”, estimativas apontam que sua fortuna no momento está na casa dos US$ 900 milhões (R$ 4,92 bilhões).

É mais ou menos o mesmo atribuído a Kylie depois que foram descobertos novos dados sobre a marca de cosméticos da caçula de Kris Jenner, a Kylie Cosmetics, que é um grande sucesso mas não o suficiente para torná-la bilionária, mesmo apesar de também ter sido parcialmente comprada pela Coty. No caso de Kardashian, aliás, há rumores de que ela receberá ações da gigante dos produtos de beleza como pagamento pela fatia que vendeu, uma possível tacada de mestre: só nessa segunda-feira, depois do anúncio do negócio, a ação da Coty disparou mais de 10% na bolsa. (Por Anderson Antunes)