28.09.2020  /  12:08

Tiroteio no bairro chique de Taylor Swift em NY deixa a cantora e seus vizinhos apreensivos. Aos fatos!

A cantora e sua townhouse no TriBeCa || Créditos: Reprodução

Um tiroteio que aconteceu na noite desse domingo na região do TriBeCa onde fica a residência de Taylor Swift na Big Apple deixou a cantora e seus vizinhos preocupadíssimos. É que esse foi o segundo incidente do tipo registrado por lá em menos de um mês, lembrando que o TriBeCa é um dos bairros mais hypados e caros de Nova York, sem falar que Swift já tem traumas por causa dos problemas com stalkers que teve no passado.

Aparentemente, tudo começou quando bandidos armados entraram em uma loja e anunciaram um assalto. O dono do estabelecimento conseguiu chamar a polícia, que chegou rapidamente no local e começou a trocar tiros com os criminosos. Ninguém se feriu, mas o simples fato de que algo assim aconteceu em uma região onde os apartamentos e casas são vendidos por milhões de dólares chama atenção.

A de Swift – uma townhouse que fica na Franklin Street – foi comprada pela intérprete de “You Need to Calm Down” em 2017, pela bagatela de US$ 18 milhões (R$ 100,5 milhões). Ao longo dos anos, a popstar gastou outros US$ 50 milhões (R$ 279,2 milhões) para comprar outras propriedades adjacentes, em parte justamente por considerar o TriBeCa um dos bairros nova-iorquinos mais seguros. (Por Anderson Antunes)

A rua do bairro nova-iorquino onde aconteceu o tiroteio || Créditos: Reprodução