26.11.2020  /  10:01

Nos 81 anos de Tina Tuner, Glamurama relembra 5 momentos “simply the best” da diva

Tina Tuner || Créditos: Reprodução

Os mais jovens podem até não se dar conta da importância que Tina Turner teve e continua tendo no mundo da música, mas é possível exemplificar isso a eles citando o nome de uma das mais famosas fãs declaradas da cantora que completa 81 primaveras muito bem vividas nesta quinta-feira: Beyoncé Knowles, que inclusive considera a dobradinha que fez com a diva no Grammy de 2008 como um dos momentos mais mágicos de sua carreira.

Simplesmente a melhor, como bem indica o título daquele que é um de seus maiores hits (“Simply the Best”, lançado em 1991), Turner fez escola em vários aspectos e abriu caminho para praticamente todas as popstars que surgiram no mundo depois de sua ascensão ao olimpo do showbiz internacional, há seis décadas.

Em homenagem à intérprete da irresistível “Proud Mary”, que inclusive foi tema de um musical badalado da Broadway tempos atrás, Glamurama lista a seguir 5 dos melhores momentos dela. Continua lendo… (Por Anderson Antunes)

Cher e Tina Turner || Créditos: Reprodução

O dueto histórico com Cher

Se ver uma diva só em cena já é um privilégio, imagina duas! No caso de Turner, isso aconteceu em 1975, quando ela foi a convidada especial de um episódio do programa campeão de audiência que Cher apresentava na televisão americana. Juntas, elas cantaram “Shame Shame Shame” e atraíram um público recorde de dezenas de milhões de
telespectadores. Foi o equivalente ao “quebrar a internet” de hoje em dia.

A cantora no videoclipe de “The Acid Queen” || Créditos: Reprodução

Como a “Rainha Ácida” do The Who

Turner interpretou a personagem do single “The Acid Queen”, lançado pelo The Who em 1969, no videoclipe oficial da canção, que só foi produzido seis anos depois. Ela rouba a cena no filminho como uma cigana que tenta curar o personagem Tommy (que também dá nome ao icônico álbum da banda britânica) com drogas alucinógenas. Foi um escândalo, claro. Mas também ajudou a eternizá-la.

Com Mick Jagger: ela ensinou o roqueiro a rebolar || Créditos: Reprodução

Professora de dança de Mick Jagger

Apelidada de rainha do rock, Turner é amiga de vários roqueiros famosos. Um deles é Mick Jagger, que a conheceu durante uma turnê que fez pelos Estados Unidos em 1966. O líder dos Rolling Stones ficou tão impressionado com o rebolado da colega que até pediu umas aulinhas de dança pra ela. Os dois se apresentaram juntos várias vezes desde então, sempre levando que os assiste à loucura.

Com Mel Gibson em cena de “Mad Max” || Créditos: Reprodução

Estrela de “Mad Max”

Turner, que já era uma superstar em 1985, provou que também sabe atuar muito bem quando estrelou junto com Mel Gibson “Mad Max: Além da Cúpula do Trovão”. O filme da dupla George Miller e George Ogilvie foi um sucesso inesperado também rendeu a ela uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Trilha Original em 1986, pela música “We Don’t Need Another Hero (Thunderdome)”.

Com a fã de carteirinha Beyoncé || Créditos: Reprodução

Cantando “Proud Mary” com a Queen B

O Grammy de 2008 entrou para a história por causa da performance em conjunto de Turner e Beyoncé, que cantaram – ao vivaço – o hit mais famoso da aniversariante, “Proud Mary”. Visivelmente emocionada, Bey deixou o palco da premiação aos prantos (mas chorando de alegria, claro), e agradecendo a “ídola” pela oportunidade de compartilhar um momento tão bacana ao seu lado e pelo exemplo que ela é.