14.11.2020  /  8:59

Time formado por Biden para combater a Covid-19 é ‘tão ruim quanto a doença’, afirma jornal dos EUA

O "Post" reconheceu a vitória de Biden, mas está longe de gostar dele
O “Post” reconheceu a vitória de Biden, mas está longe de gostar dele || Créditos: Reprodução

Um dos primeiros grandes jornais dos Estados Unidos que reconheceram a vitória de Joe Biden sobre Donald Trump na última eleição presidencial que rolou no país, o “New York Post” nem por isso mudou de lado. Apoiador desde sempre do atual presidente dos EUA, o diário de linha mais direitista que faz parte do império de mídia de Rupert Murdoch publicou nessa sexta-feira um editorial no qual classifica o time escolhido por Biden para atuar no combate ao novo coronavírus tão logo ele assuma a Casa Branca como “tão pior quanto a doença”.

Isso porque a equipe de especialistas é composta por profissionais como o médico Ezekiel Emanuel e o epidemiologista Michael Osterholm que defendem um “lockdown” total e de no mínimo 18 meses para controlar a pandemia de Covid-19, um tempo que consideram necessário para o desenvolvimento e aplicação em massa de uma vacina eficaz que a torne menos letal.

Para o “Post”, tal cenário simplesmente não é realista e tampouco leva em conta outro grande problema do momento: a retração da economia dos EUA e o aumento do desemprego por lá. De qualquer forma, e apesar de indicar que fará forte oposição ao governo do 46° presidente americano, o jornal também já deixou claro que Trump é carta fora do baralho na política global, ultimamente até soltando matérias em que trata da possível nova candidatura dele em 2024 como uma completa fantasia. Quem te viu, quem te vê… (Por Anderson Antunes)