29.07.2020  /  11:06

“Ter sido suspenso durante as Olimpíadas do Rio foi bom para mim”, afirma Ryan Lochte, nadador que causou no Brasil

Ryan Lochte || Créditos: Reprodução

E não é que ter sido suspendido por 14 meses pelo Comitê Olímpico Internacional por ter inventado aquela história sobre um falso assalto do qual foi vítima durante as Olimpíadas do Rio no fim das contas serviu para que Ryan Lochte entrasse nos trilhos? Glamurama explica: em entrevista ao “New York Post”, o nadador olímpico revelou que a severa punição o obrigou a pensar em algumas coisas e também a investir mais em sua relação de longa data com a modelo da Playbou Kayla Rae Reid.

O tempo de sobra parece ter sido fundamental para que o atleta finalmente a pedisse em casamento, e em 2018 os dois subiram ao altar. Na época, a bela já estava grávida dele, e hoje o casal é pai do pequeno Caiden, de 3 anos, e em 2019 tiveram mais uma filha juntos, a Liv, que acaba de completar um aninho.

Lochte, de 35 anos, se tornou um vilão internacional e particularmente entre os brasileiros quando deu uma entrevista na qual afirmou ter sido assaltado a mão armada em um posto de gasolina do Rio de Janeiro que ficava perto do hotel em que estava hospedado com seus colegas atletas americanos. Não demorou muito, no entanto, para que a verdade viesse à tona: ele apenas queria uma justificativa boa para sua chegada tarde da noite na concentração depois de uma festa.

Além da boa fama, Lochte – atualmente se preparando para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que foram adiados para 2021 por causa da pandemia – também perdeu vários patrocinadores por causa do incidente, inclusive a Speedo e a Ralph Lauren, o que lhe custou mais de US$ 1 milhão (R$ 5,14 milhões) em valores que deixou de embolsar.

E como toda história tem dois lados, o rei das piscinas decidiu contar a sua na série documental “In Deep with Ryan Lochte”, que está sendo exibida nos Estados Unidos pelo serviço de streaming Peacock. Meio reality show, meio série dramática, a produção mostra Lochte em família e sua quase obsessão pelo esporte que o consagrou. “Eu ainda serei o nadador olímpico mais velho em atividade, e estou em minha melhor fases”, diz seu protagonista em um dos episódios. (Por Anderson Antunes)

O nadador com os filhos, Caiden e Liv, e Kayla Rae Reid || Créditos: Reprodução