09.07.2019  /  9:00

Teatro lotado! Alessandra Negrini celebra sucesso como produtora de teatro e faz mistério sobre projetos futuros

Alessandra Negrini || Reprodução Instagram

Alessandra Negrini acaba de encerrar a temporada da peça “Uísque e Vergonha”, mas não pretende descansar tão cedo e está cheia de planos – ainda em segredo. Na tragicomédia teatral, a atriz viveu Charlottiê, uma adolescente que decide sair de casa sem rumo e se aventurar pelas ruas de São Paulo, encontrando novos personagens e construindo histórias.

Glamurama bateu um papo com a atriz, que falou sobre a experiência como produtora do espetáculo, e a repercussão de mais esse trabalho de sucesso, que aflorou diversos sentimentos no público: “Pegou a plateia pelo humor e pela dor”, disse. (por Luzara Pinho)

Glamurama: Agora que a temporada de “Uísque e Vergonha” acabou, como avalia esse trabalho como atriz e produtora da peça?
Alessandra: Foi a primeira vez que produzi e me sinto muito grata. Como atriz a peça é bem cansativa, mas o processo é muito gostoso, ainda mais fazendo uma adolescente. Além de tudo, a montagem é uma tragicomédia, então lidar com humor e tragédia ao mesmo tempo é um desafio, pois eles dialogam o tempo todo no espetáculo. A peça foi inspirada no livro da Juliana Frank e uma surpresa boa. O projeto era bastante ousado em que abordamos questões humanas. Gostei demais da experiência, principalmente vendo o teatro sempre lotado.

Glamurama: Como foi a receptividade do público?
Alessandra: O texto tinha um viés bem moderno e forte e consegui tocar muito as pessoas de várias maneiras. Algumas riam, outras choravam..ou seja, pegava a platéia pelo humor e pela dor. Pretendemos viajar com a peça, mas ainda não temos previsão de quando isso vai acontecer.

Glamurama: Tem novos projetos engatilhados pra esse ano? Quais?
Alessandra: Filmamos no último ano no Sertão, o longa “AcquaMovie” que deve estrear esse ano. Foi uma experiência muito bacana!

Glamurama: O que você mais curte fazer: TV, teatro ou cinema? Por quê?
Alessandra: Eu não tenho preferência, não. Eu curto o que estou fazendo na hora, vivo aquele momento e é muito legal passear por essas linguagens.

Glamurama: Algum plano para curtir férias?
Alessandra: Ainda não vou parar! Estou trabalhando em alguns projetos novos, que ainda não posso contar (risos) então até novembro não devo descansar.

Glamurama: E falando um pouco da sua vida pessoal, como é sua relação com seus filhos, Antonio (22) e Betina (14)?
Alessandra: Eles são muito tranquilos. Meu filho mais velho, o Antonio, é ator também, o que é super legal! Eu e o pai dele (Murilo Benício) deixamos superlivre para escolher a profissão e achar seu caminho e assim será com a Betina também .