20.07.2018  /  15:41

Taylor Swift e Ian McKellen estarão em adaptação para a telona do icônico musical “Cats”

Taylor Swift e Ian McKellen || Créditos: Getty Images

Muitas coisas definem a Nova York das décadas de  1980 e 1990 e uma delas é o icônico musical “Cats”, que estreou na Broadway em 1981 e ficou em cartaz por lá 18 anos (sem contar o revival de 2016, que durou só uma temporada). Justamente por isso que a revelação de que a produção com trilha assinada por Andrew Lloyd Webber e baseada no livro “Os Gatos” de T. S. Eliot vai ganhar uma adaptação cinematográfica é um dos assuntos do momento no noticiário de entretenimento dos Estados Unidos.

Segundo o “Hollywood Reporter”, o projeto que é discutido há anos finalmente recebeu o aval de executivos dos estúdios Universal, que escolheram o diretor inglês Tom Hooper – o mesmo dos aclamados “O Discurso do Rei” e “A Garota Dinamarquesa” – para tirá-lo do papel. Taylor Swift, Jennifer Hudson, James Corden e Ian McKellen já estão confirmadíssimos no elenco, embora os personagens que eles irão interpretar ainda não tenham sido anunciados.

“Cats” conta a história de um grupo de gatos conhecidos como “Os Jellicles” que se reúnem numa noite para decidir qual deles deverá ascender para um lugar conhecido como “Heaviside Layer”, a fim de voltar mais forte em uma nova vida. A canção “Memory”, uma das mais famosas do repertório de Webber, é a faixa principal da montagem para os palcos e deverá ganhar regravação para a telona. No original, quem cantava era Elaine Paige, intérprete da gata Grizabella e até hoje “ídola” máxima entre os fãs do gênero.

Um dos maiores fenômenos da história do showbiz contemporâneo, “Cats” faturou mais de US$ 342 milhões (R$ 1,29 bilhão) nas bilheterias de NY e transformou seu criador no midas dos musicais, sem falar que já foi encenado em vários lugares do mundo. Até no Brasil, em 2010, quando a versão em português ficou em cartaz em São Paulo e no Rio do Rio de Janeiro, em ambos os casos com enorme sucesso. (Por Anderson Antunes)

O cartaz original da Broadway || Créditos: Reprodução