22.11.2017  /  10:31

Tate Modern, de Londres, vai expor nudes de Modigliani proibidos em Paris há 100 anos

Um dos nus de Modigliani que serão exibidos no Tate Modern || Créditos: Getty Images

Um século depois de causar polêmica em Paris com uma série de 12 nudes femininos, Amedeo Modigliani vai ganhar uma exposição armada pelo Tate Modern, de Londres, dedicada exclusivamente às obras que na época foram consideradas indecentes demais para os olhares do público. Prevista para abrir nesta quinta-feira, a mostra é a maior de todos os tempos organizada em solo britânico e em se tratando de nus artísticos assinados pelo artista italiano, que é mais conhecido por seus retratos.

Além disso, o Tate também vai oferecer a seus visitantes a oportunidade de fazer um tour virtual pelo estúdio que Modigliani mantinha na capital da França por meio de um equipamento de realidade virtual, uma novidade até mesmo para o museu, que é tido como um dos melhores da Europa.

Modigliani, que viveu seu auge no início dos anos 1910, tentou exibir os quadros na galeria do art dealer Berthe Weill, em Paris, em dezembro de 1917, mas logo foi impedido por um policial que ficou escandalizado com os pelos pubianos que viu nos trabalhos dele e ordenou o fechamento imediato da exposição. A proibição acabou caindo na boca do povo e, por conta do bafafá que gerou, ajudou a transformar o artista em mito do dia pra noite, reverenciado até hoje como um expert em desnudamento da alma humana. (Por Anderson Antunes)