Tatá Werneck está proibida de dirigir. Essa e outras da atriz, aqui!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0

Tatá Werneck está proibida de dirigir. Quem disse? O analista dela. “Graças a Deus faço terapia. Tenho um deficit de atenção muito sério. Já bati várias vezes. Na última, estava acompanhando o percurso de um passarinho e acertei uma van. O motorista parou na praia para deixar passageiros e eu… Pum!”, contou a atriz, que se prepara para um novo projeto, o programa de esquetes “Sem Análise”, no Multishow, “sobre todo tipo de loucura e transtorno”.

* Ela diz que as pessoas acham que os humoristas são diferentes. “Sou vaidosa como todo mundo. Adoro maquiagem, gosto de me vestir bem. O povo pensa que somos diferentes, como se pudesse sair um alien da minha vagina.” Coisas de Tatá…  “A gente não pode repetir roupa, né? Fico aliviada porque marcas me dão presentes para eu não aparecer nas revistas com aquela seta pra baixo, de quem errou. Outro dia eu ganhei um frigobar com a minha foto. Quem mandou foi a fabricante dos produtos que vieram dentro dele. Acho incrível: vou pegar uma água e dou de cara comigo.”

* Será que, depois de estourar como a Valdirene de “Amor à Vida”, ela vai continuar sendo contratada só por obra na Globo? “Já não sei mais. Te digo daqui a pouco”, responde, cantando. Pelo visto a moça já está negociando para virar funcionária fixa… “Cheguei aqui devagarzinho. Todo dia eu rezo: ‘obrigada, Walcyr [Carrasco, autor da novela]’. Só que sou tímida. Encontro com ele às vezes, mas não fico falando. Ele é unha e carne com a Valdirene.”