29.01.2019  /  10:02

Suposta rivalidade entre Meghan Markle e Kate Middleton resulta em campanha contra o bullying virtual

Kate Middleton Meghan Markle || Créditos: Getty Images

As notícias publicadas quase que diariamente por parte da imprensa britânica dando conta de que Meghan Markle e Kate Middleton não se suportam, o que acabou transformando a ex-atriz em uma espécie de inimiga pública número um para muitos súditos da rainha que simpatizam mais com a duquesa de Cambridge, acabaram rendendo algo positivo, quem sabe até para as duas Windsors mais comentadas do momento.

É que nessa segunda-feira várias revistas e jornais do Reino Unido lançaram uma campanha online “inspirada” nos dramas vividos pela mulher do príncipe Harry com o objetivo único de incentivar os internautas a pensarem duas vezes antes de postar comentários nas redes que possam magoar gratuitamente os outros.

Quem assumiu a ação contra a polaridade real foi Emily Nash, editora de realeza da revista “Hello!”. Em entrevista para a “CNN”, ela explicou que a narrativa “Kate v. Meghan” perdeu o controle e agora as pessoas estão até escolhendo lados. “Na verdade acho que existe muito machismo por trás disso tudo”, disse a profissional.

Batizada com a hashtag #HelloToKindness (algo como #UmOiPraBondade), a campanha já estreou com o pé direito, ficando entre os assuntos mais discutidos no Twitter britânico durante boa parte das últimas 24 horas. A expectativa de todos os envolvidos é que o grande público acabe entendendo que Kate e Meghan não são rivais, mas apenas duas mulheres com personalidades e interesses diferentes. (Por Anderson Antunes)