24.05.2019  /  7:14

Sucesso nos cinemas com “Detetive Pikachu”, Rita Ora escapou de um prejuízo de R$ 15,8 mi nessa semana

Rita Ora || Créditos: Reprodução

Imagina o susto que Rita Ora levou na última terça-feira ao descobrir que a joias que lhe foram emprestadas por uma marca de luxo haviam sido esquecidas dentro de um jatinho no qual a cantora embarcou com seu estafe, em Londres, rumo a Nice, no sul da França? Durante pelo menos dois dias, a estrela de origem albanesa e radicada desde a infância na capital inglesa precisou lidar com a possibilidade de ter que pagar pelas preciosidades, cujo valor de mercado somado era de pelo menos € 3,5 milhões (R$ 15,8 milhões).

No fim, e para a sorte de todos, os brilhantes e afins perdidos foram recuperados em Londres mesmo, junto com um casaco e uma mala que a intérprete de “Left You Love Me” carregava consigo no começo da viagem traumática. Detalhe: Ora não quis nem saber de usar as peças, e logo mandou um assessor devolver tudo para a tal marca que as cedeu na faixa porém devidamente acompanhadas de um contrato que garantiria o reembolso total em caso de perda ou extravio.

Já o motivo que levou a popstar a desembarcar em terras francesas tem a ver com um evento bancado por uma das patrocinadoras do evento que rolou por lá nessa quinta-feira e da qual ela também é garota-propaganda, a fabricante de sorvetes britânica Magnum. Além disso, o novo filme dela – “Detetive Pikachu”, em cartaz há duas semanas -, já pode ser considerado um arrasa-quarteirão, com mais de US$ 312,6 milhões (R$ 1,26 bilhão) em ingressos vendidos. É uma cifra que vale tanto quanto uma Palme d’Or. (Por Anderson Antunes)