03.05.2013  /  11:47

Studio SP se despede da Rua Augusta com trilha sonora rapper

Alexandre Youssef convocou a turma do hip-hop para a despedida do Studio SP, nessa quinta, em São Paulo. A noite promovida pela banda Instituto, comandada pelo tecladista e cantor Daniel Ganjaman, levou as maiores estrelas do rap paulistano para a tradicional casa na rua Augusta. Em uma grande Jam Session, Curumin e o grupo Metá Metá chegaram primeiro ao palco, seguidos pelo rapper Kamau, que abriu para a entrada triunfal de Tulipa Ruiz, que foi ovacionada. Criolo também se apresentou e, na sequência, foi a vez de Emicida.

Culturettes cantavam de cor, com braços ao alto, todos os hits da casa de shows que derrubou barreiras ao misturar estilos musicais e públicos. Na plateia, atores, músicos, artistas e personagens da vida boêmia do Baixo Augusta prestavam a sua última homenagem ao Studio SP, terminando com festa fervida no camarim.

O assunto preferido das rodas era Lobão e suas declarações à mídia, criticando os rappers paulistanos. No auge da comemoração, a polêmica virou mais motivo de piada que de indignação.

Quem não conseguiu entrar na festa, cujos ingressos estavam esgotados, viu de um telão na rua o show. A ideia foi de Leandra Leal, casada com Youssef, que dirige e trabalha na produção de um documentário sobre a casa.