26.02.2019  /  7:18

Solto depois de pagar parte de fiança milionária, R. Kelly deixou a prisão e foi direto para um McDonald’s

R. Kelly || Créditos: Getty Images

Depois de desembolsar 10% da fiança de US$ 1 milhão (R$ 3,74 milhões) estabelecida pelas autoridades dos Estados Unidos para que deixasse a prisão, o cantor R. Kelly – que é acusado de ter cometido crimes sexuais contra pelo menos quatro mulheres, das quais três são menores de idade -, foi solto na noite dessa segunda-feira de uma penitenciária da região metropolitana de Chicago onde estava detido desde a última sexta e seguiu direto para um McDonald’s de lá.

No restaurante de fast food, o dono do hit “I Believe I Can Fly” pediu um Big Mac, refrigerante e café, segundo o pessoal do site “TMZ.com”. Imediatamente reconhecido pelos frequentadores do local, inclusive várias mulheres e crianças, Kelly aceitou posar para selfies com todos que lhe abordaram para isso, e do lado de fora havia até um grupo de fãs reunido e dançando ao som de algumas das músicas mais famosas dele.

Apesar da liberdade recém-conquistada, Kelly poderá ser enviado para trás das grades em breve novamente por conta de outro imbróglio judicial no qual está metido: ele deve cerca de US$ 160 mil (R$ 598,9 mil) em pensão alimentícia atrasada para a ex-mulher, Drea Kelly, e caso não quite a dívida até 6 de março será enviado para a mesma cadeia onde deu entrada no fim da semana passada. (Por Anderson Antunes)