14.11.2016  /  9:33

Sócio do Twitter, príncipe saudita acha que o site vai deslanchar em 2017

O príncipe saudita Alwaleed bin Talal al Saud || Créditos: Getty Images
O príncipe saudita Alwaleed bin Talal al Saud || Créditos: Getty Images

Os rumores sobre a possível venda do Twitter, que circulam desde o início do ano, ganharam mais força no mês passado com notícias de que empresas como Disney, Apple e Google estariam considerando fazer uma oferta pelo microblog.

Mas pelo menos um dos acionistas do site não está nem um pouco interessado em se desfazer de sua participação: o príncipe saudita Alwaleed bin Talal al Saud, dono de cerca de 3% da companhia fundada por Evan Williams, Noah Glass, Jack Dorsey e Biz Stone.

CEO da firma de investimentos Kingdom Holding, dona de ações da Time Warner, do Citigroup e do eBay, entre várias outras gigantes americanas, Al Saud acredita que a má fase do Twitter nos últimos anos deverá ficar para trás a partir de 2017. “O melhor ainda está por vir”, é a resposta pronta que ele dá para quem questiona sobre o assunto. (Por Anderson Antunes)