17.05.2021  /  12:47

Site americano afirma que Bill Gates teve vários encontros com Jeffrey Epstein para discutir divórcio

Jeffrey Epstein, e o ex-casal Bill e Melinda Gates
Jeffrey Epstein, e o ex-casal Bill e Melinda Gates || Créditos: Reprodução

Lembra que Glamurama contou dias atrás que o comentado divórcio de Melinda e Bill Gates tem o potencial de trazer à tona histórias que os dois prefeririam manter em segredo? Pois uma dessas histórias foi tema de uma longa reportagem que o “The Daily Beast” publicou no fim de semana, e que liga o ex-casal número um do Vale do Silício a Jeffrey Epstein, o suposto orquestrador de um esquema de pedofilia que envolvia ricos e famosos, como nunca antes.

De acordo com o site americano, o cofundador da Microsoft teve vários encontros secretos com o falecido multimilionário entre 2011 e 2014, e em muitos deles discutiu a possibilidade de terminar seu casamento de décadas com Melinda. Ainda segundo a publicação online, Gates teria chamado a união com a agora ex-mulher de “tóxica” em várias das conversas que teve com Epstein, que se suicidou na cadeia em agosto de 2019.

Por sua vez, Epstein o teria aconselhado sobre a melhor forma de se divorciar de Melinda sem colocar em risco sua fortuna, que atualmente é estimada em US$ 127,7 bilhões (R$ 673,7 milhões). O namorado de Ghislaine Maxwell supostamente também foi convidado por Gates para participar da gestão de sua fundação filantrópica, a Bill & Melinda Gates Foundation, mas tudo isso foi negado pela assessoria do centibilionário, que classificou a versão dos fatos apresentada pelo “The Daily Beast”  como “inverídica e cheia de furos”. (Por Anderson Antunes)