24.04.2018  /  9:00

Shania Twain pede desculpa por dizer que teria votado em Trump se fosse americana

Shania Twain || Créditos: Getty Images

Protagonista de uma das maiores polêmicas do mundo dos famosos no fim de semana, Shania Twain correu para o Twitter no começo dessa semana para explicar que foi mal interpretada. Pra quem não acompanhou o bafafá, em uma entrevista publicada no domingo pelo jornal britânico “The Guardian”, a cantora canadense disse que, caso fosse americana, teria votado em Donald Trump na corrida de 2016 pela Casa Branca por considerá-lo “transparente” ao expressar as opiniões.

A declaração deu o que falar nas redes sociais, com a maioria das pessoas criticando duramente a intérprete, afinal o republicano vive causando justamente por causa de suas opiniões controversas e, vez por outra, é até acusado de ofender.

“Gostaria de pedir desculpas para qualquer pessoa que ofendi numa entrevista recente que dei pro ‘Guardian’ sobre o presidente americano. Fui pega de surpresa pela pergunta. Como canadense, me arrependo de ter respondido algo inesperado sem buscar mais contexto”, Twain escreveu no microblog. “Só quis exemplificar que o presidente [Trump], por não ser político, conseguiu falar com uma parcela da população que se sentia ignorada”. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o mea culpa completo dela no Twitter: