13.05.2021  /  13:36

Série de podcasts sobre Ghislaine Maxwell tem direitos para o streaming adquiridos pela Sony

Ghislaine Maxwell
Ghislaine Maxwell || Créditos: Reprodução

Lançada em novembro do ano passado, uma série de podcasts sobre a prisioneira mais famosa dos Estados Unidos – e é de Ghislaine Maxwell que estamos falando, claro – acaba de ter seus direitos aquiridos pela produtora americana Eleventh Hour Films, uma subsidiária da Sony.

Criado e apresentado pelo jornalista britânico John Sweeney, mais conhecido como um dos âncoras da revista eletrônica da BBC “Panorama”, o programa trouxe à tona uma série de bizarrices sobre Maxwell e seu ex-namorado, o falecido multimilionário Jeffrey Epstein.

Logo no primeiro episódio, por exemplo, Sweeney descreve o estilo de decoração totalmente fora do comum da townhouse que o suposto orquestrador de um esquema de pedofilia sem precedentes mantinha em Nova York, e que recentemente foi vendida por US$ 65 milhões (R$ 343,6 milhões).

Ao que parece, Epstein mandou cobrir o hall de entrada da propriedade com globos oculares protéticos, sabe-se lá porque, sem falar nos quadros “inspirados” em famosos que pendurava em suas paredes, sendo que um deles retratava Bill Clinton vestido de mulher.

Mas são os detalhes sobre Maxwell e, principalmente, sobre os segredos ainda não revelados por ela que tornam a atração intitulada “Hunting Ghislaine with John Sweeney” (“Caçando Ghislaine com John Sweeney”) em uma boa pedida para os interessados em histórias que fogem ao comum.

A suposta agenda dela com os nomes dos bffs de Epstein que frequentavam as orgias organizadas por ele, e sempre repletas de garotas menores de idade, também são abordadas por Sweeney, que atuará como produtor executivo de uma adaptação para o streaming da série. (Por Anderson Antunes)