29.12.2017  /  14:44

Seis motivos para não perder o Festival Virada Salvador nesta sexta

Festival Virada Salvador vai bombar nesta sexta || Créditos: Divulgação

O Festival Virada Salvador 2018 já é um sucesso, e ainda não está nem na metade. Nesta sexta-feira, a Arena Daniela Mercury recebe mais apresentações, e tudo, claro, com o visual incrível da Orla da Boca do Rio, somado à beleza da roda gigante instalada no espaço da festa. Aqui estão seis motivos para não perder essa festa!

Sarrada Boa

Não dá para perder a sarrada de Rafa e Pipo Marques no palco da Arena, que prometem agitar o público com a música “Sarrando”, aposta dos irmãos para esse verão. O clipe, lançado no último dia 15, foi gravado no Subúrbio Ferroviário com Léo Santana e já tem quase 2 milhões de visualizações. De letra fácil, o hit é uma mistura de Axé e Funk, mas também flerta com o arrocha. Além da novidade, a dupla cantará sucessos como “Virando o Copinho” e “Tô de Boaça”.

Pop rock

O quarteto querido do pop rock nacional formado por Samuel Rosa, Henrique Portugal, Lelo Zaneti e Haroldo Ferretti subirá ao palco, por volta das 19h30, com vários de seus sucessos, desde os antigos, como “Pacato Cidadão” e “É uma Partida de Futebol”, até os mais atuais, como “Ela me Deixou”. Skank na área!

Romantismo

Todo o romantismo de Luan Santana levará os fãs à loucura no palco da arena, às 21h, principalmente com a apresentação de “Acordando o Prédio”, música dançante que já tem mais de 220 milhões de visualizações no Youtube e figurou como a mais tocada nas rádios do país, no primeiro semestre desse ano.

Negalora

O público fiel de Cláudia Leitte vai tirar o pé do chão em uma pequena amostra do que será o carnaval baiano em 2018. No repertório, canções como “Baldin de Gelo”, “Taquitá” e a mais recente “Lacradora”, que canta com Maiara e Maraisa.

Positividade

Há algo melhor que virar a noite com toda a boa energia de Saulo? O carismático baiano canta músicas que exaltam a alegria, a natureza e a harmonia, tudo isso ritmado pelo Axé Music e pelo Samba Reggae. A apresentação contará com algumas das 16 faixas do seu mais recente trabalho “O Azul e o Sol”, que homenageia a cultura baiana.

Empoderada

O vozeirão de Solange Almeida encerra a segunda noite do Festival Virada Salvador 2018 com melodias antigas e as mais atuais, como “Bem Melhor Solteira”, “Cachorro Combina com Cadela” e “Chora de Saudade”, lançadas esse mês no Spotify. Vai ferver!