04.10.2018  /  10:31

Seguradora de Kim Kardashian processa guarda-costas da reality star em mais de R$ 23 mi

Kim Kardashian e Pascal Duvier || Créditos: Reprodução

Bomba! O guarda-costas contratado por Kim Kardashian em sua trágica passagem por Paris, em outubro de 2016, em que ela foi vítima de um assalto de joias cinematográfico, Pascal Duvier agora está sendo processado pela seguradora dela, a gigante americana AIG, que o acusa de ter sido “negligente” no tempo em que prestou serviços para a reality star na capital da França.

Nos papéis da ação que corre em um tribunal de Delaware, nos Estados Unidos, os advogados da AIG afirmam que bancaram o prejuízo que Kim teve com o roubo, de mais de US$ 6,1 milhões (R$ 23,7 milhões), e agora pedem na justiça que a empresa de Duvier, a Protect Security, reembolse esse valor mais os juros à companhia e ainda listam uma série de falhas de segurança que o profissional teria cometido na ocasião.

Duvier tem uma ótima reputação entre as celebs e já escoltou desde integrantes do Black Eyed Peas até cantores como Bono, líder do U2, e Madonna. Apesar da aparente boa reputação, ele dificilmente dispõe dos milhões que a AIG está lhe cobrando, o que torna o caso no mínimo curioso. Kim, aliás, ainda não se pronunciou sobre o processo. (Por Anderson Antunes)