11.05.2018  /  10:27

Sarah Jessica Parker diz que “SATC” não faria sentido hoje e critica ausência de minorias na série

Sarah Jessica Parker || Créditos: Getty Images

A Nova York dos dias atuais não tem nada a ver com Carrie Bradshaw, e isso na opinião da própria intérprete da personagem na icônica série “Sex and the City”, Sarah Jessica Parker. A atriz soltou essa durante um painel sobre tendências para o futuro promovido pelo “The Wall Street Journal” do qual participou nesta quinta-feira, em Nova York.

Para ela, Carrie foi uma mulher de seu tempo – precisamente duas décadas atrás, quando a atração da “HBO” estreou na telinha – e viveu os problemas da época. “Acho que ela não se encaixaria no mundo de hoje”, disse. “Carrie foi um produto de sua geração, e aquelas conversas sobre sexo, política e intimidades eram relativas a um momento.”

Outro fato que a estrela-mor e produtora-executiva de SATC constatou durante o evento foi a ausência de certas minorias na trama do programa. “Simplesmente não haviam mulheres negras e não falamos o suficiente sobre questões a respeito da comunidade LGBTQ”, Parker explicou, em tom de ‘mea culpa’. (Por Anderson Antunes)