25.01.2017  /  10:24

São Paulo e suas qualidades e defeitos por Chiquinho Scarpa, Marina Person e mais

Dudu Bertholini, Johnny Luxo e Sarah Oliveira || Créditos: Paulo Freitas / Bruna Guerra / Divulgação
Dudu Bertholini, Johnny Luxo e Sarah Oliveira || Créditos: Paulo Freitas / Bruna Guerra / Divulgação

Pelos 463 anos de São Paulo, completados nesta quarta-feira, Glamurama convidou uma turma boa que mora na cidade para dizer do que gostam e do que não gostam na cidade. Com infinitas possibilidades, São Paulo se renova diariamente, oferecendo o melhor da gastronomia, da cultura e lazer. Mas, em contrapartida, vive parada no trânsito, sofre com a violência diária e a falta de segurança. Entre tópicos polêmicos e soluções que poderiam mudar a rotina para melhor, nossos convidados desabafam e contam o que os encanta e o que precisa mudar na maior cidade da América Latina…

SARAH OLIVEIRA
“O que eu mais gosto: deste caos organizado. São Paulo é caótica, louca, aquariana como eu. Amo a rapidez da cidade. E sempre amei esta diversidade, inclusive tô mal que tão apagando os grafites, pois eles retratam muito bem esta personalidade de SP. Os da Avenida 23 de Maio formam o maior corredor de grafite da América Latina! Uma pena os governantes não entenderem esta pluralidade artística tão característica daqui O que menos gosto? Poluição e trânsito. E acho o sistema de transporte público muuuuuuito aquém. SP é moderna demais pra ter tanto ônibus lotado. Em 2017 era de se esperar muito mais linhas de metrô. Uma pena esta corrupção desvairada…”

MARINA PERSON
“Gosto muito desse espírito de se apropriar das ruas da cidade que começou com a prefeitura do Haddad e que a gente espera manter com o Dória. Parklets, minhocão e Avenida Paulista abertas para pedestres, virada cultural no Centro…. O que eu menos gosto? Das casas, prédios e condomínios que se fecham para a cidade, com muros altos, cerca elétrica, segurança blindada… Me sinto insegura”

Dudu Bertholini, Johnny Luxo e Sarah Oliveira
Chiquinho Scarpa, Guto Lacaz, Marina Person e Luciana Gimenez || Créditos: Paulo Freitas / André Ligeiro / Divulgação

GUTO LACAZ
“O que mais gosto é da oferta cultural, muitas vezes gratuita. O que menos gosto é da ostentação, muros altos e eletrificados que impedem a visão da arquitetura”

DUDU BERTHOLINI
“Amo São Paulo mesmo com suas imperfeições, com sua ‘beleza acinzentada”, como já diria Caetano em verso e prosa. Mas o que mais gosto nessa cidade é sua diversidade. A diversidade humana. São Paulo tem todos os tipos de pessoas, de estilos, de universos, de pensamentos, e isso é o que eu mais amo. E o que menos gosto é o trânsito. A capital paulistana é uma cidade muito grande e ainda mal planejada para comportar o tanto de gente que transita pelas ruas todos os dias”

CHIQUINHO SCARPA
“Adoro o Museu do Ipiranga (já reformado) pelo seu jardim, edificações e acervo que conta a história do meu país. E o que menos gosta em São Paulo é a cracolândia”

MARINA DE LA RIVA
“O que mais gosto de São Paulo é o espírito do paulistano, ainda resquício de Bandeirante. Esta cidade gosta de resilientes com foco. O que menos gosto é o transito”

Créditos:
Marina De LA Riva || Créditos: Guilherme Licurgo

JOHNNY LUXO
“Eu adoro a marginal do Rio Pinheiros, super cinza e com aquele aroma inebriante, me remete a um filme de ficção científica. Agora, o que menos gosto? Estar na Alameda Ministro Rocha de Azevedo quando cai um temporal”

LUCIANA GIMENEZ
“A cidade de São Paulo me encanta pela quantidade de pessoas de todo o planeta que encontramos por aqui! A comunidade libanesa, da qual eu faço parte, é com certeza um tópico a parte. Eu amo a cultura, a comida, a história desse povo que tanto fez por nossa cidade. Já o que menos gosto em São Paulo é do trânsito, que está cada dia mais caótico, acho que deveríamos cobrar mais investimentos no transporte público”