28.02.2018  /  17:36

Saiba quem comprou o apê mais caro já vendido em NY e quanto pagou por ele

O One57, em NY, novo endereço de Michael Dell || Créditos: Getty Images

Michael Dell acaba de entrar para a história do mercado imobiliário de Nova York. Isso porque o fundador e maior acionista da fabricante de computadores pessoais que leva seu sobrenome desembolsou no fim da semana passada nada menos que US$ 100,45 milhões (R$ 325,1 milhões) por um apartamento no edifício One57, a maior soma paga até hoje por um imóvel residencial na cidade. O novo endereço dele fica na região de NY conhecida como “Billionaire’s Row” (“Ala dos Bilionários”), o entorno da rua West 57th de Manhattan que ganhou o apelido em razão da grande quantidade de membros do clube dos dez dígitos que moram ou mantêm residências por lá. Até o brasileiro Edson de Godoy Bueno, que morreu no ano passado, tinha um apê no point cobiçado.

Dell, que é natural do Texas e passa a maior parte do tempo em Austin, comprou o pied-à-terre duplex com mais de mil metros quadrados de área só para ter onde ficar quando baixar na Big Apple. Como nem tudo são flores, ele não vai escapar de ter que lidar com vizinhos polêmicos, entre eles o playboy nigeriano Kolawole Aluko, acusado de aplicar golpes financeiros ao redor do mundo, sem falar que já surgiram histórias dando conta de que o próprio prédio foi financiado com dinheiro sujo ligado ao fundo soberano da Malásia, o 1MDB, aquele cujas verbas desviadas teriam sido usadas até para produzir o filme “O Lobo de Wall Street”, estrelado por Leonardo DiCaprio. (Por Anderson Antunes)