11.07.2012  /  13:29

Rupert Murdoch defende herdeiro contra investida de Tom Cruise

125945066JS022_RUPERT_MURDO

O divórcio de Tom Cruise e Katie Holmes foi selado em tempo recorde, o que pode ter sido causado por influência dos líderes da cientologia, que temiam um ataque público por parte da imprensa e de ex-cientólogos. Mas, apesar de o ex-casal ter chegado a um acordo, isso não significa que a igreja mais controversa dos Estados Unidos ficará longe dos holofotes.

Pelo menos não para Rupert Murdoch, dono do conglomerado de mídia News Corp., que já deu carta branca para seus funcionários escreverem o que quiserem sobre a cientologia. Murdoch causou polêmica recentemente quando comentou sobre a decisão de Holmes de preferir criar a filha, Suri Cruise, longe da cientologia, que ele considera ser uma religião “muito esquisita, talvez maligna.”

O motivo por trás de tamanho descontentamento é um só: há anos que David Miscavige, líder da cientologia, e o próprio Cruise tentam convencer Lachlan Murdoch, o primogênito do bilionário, a se converter à religião. Lachlan, considerado o sucessor mais provável do pai, já deixou claro que não tem o menor interesse nisso.