Senador protocolou pedido na Procuradoria-Geral da República para que Suíça seja acionada e investigue suposta conta
Senador protocolou pedido na Procuradoria-Geral da República para que Suíça seja acionada e investigue suposta conta || Paulo Freitas

Romário quer investigação do MP da Suíça sobre suposta conta

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0

 

Senador protocolou pedido na Procuradoria-Geral da República para que Suíça seja acionada e investigue suposta conta || Paulo Freitas
Senador disse que seus eleitores merecem saber toda a verdade || Paulo Freitas

 

O senador Romário (PSB-RJ) bateu à porta da Procuradoria Geral da República nesta sexta-feira e fez um pedido: quer que o procurador-geral, Rodrigo Janot, provoque o Ministério Público da Suíça a fazer uma investigação sobre a suposta conta bancária que ele teria naquele país, o que ele nega veementemente. “Sou o maior interessado que a verdade venha à tona”, disse Romário.

A história havia sido publicada na revista “Veja” e o senador obteve documentos de autoridades suíças negando a existência da conta na ocasião. Agora, com a prisão do colega senador Delcídio Amaral (PT-MS), o caso voltou à tona. Numa conversa gravada, o senador petista e o advogado Edson Ribeiro, preso nesta sexta-feira no Rio, falam sobre Romário. O advogado assegura que a conta do ex-jogador existia e insinua que, temendo revelações a respeito, Romário teria desistido de disputar a Prefeitura do Rio e se aliado ao prefeito Eduardo Paes (PMDB). O “Peixe” se diz indignado e acha que uma nova resposta deve ser dada aos seus fiéis eleitores, com investigações oficiais.