14.10.2019  /  10:49

Romance bizarro? Alemã de 30 anos afirma estar em um relacionamento sério com um Boeing e quer se casar

O carinho de Michele pelo avião é conhecido como objectofilia / Crédito: Divulgação

Essa notícia é um tanto… diferente. Quantas vezes você já ouviu falar do casamento entre um ser humano e um Boeing? É isso mesmo. A alemã Michele Köbke, de 30 anos, diz que está em um relacionamento sério com o Boeing 737-800, que ela chama carinhosamente de Schatz (Querido, em português)”. Acredite, o namoro já dura cinco anos e a ideia de Michele é se casar em breve e viver com o boeing em um hangar. “O 737-800 é muito atraente e sexy para mim. Ele é o mais bem construído e é uma aeronave muito elegante”, conta.

Mas, assim como qualquer relacionamento, Michele também enfrenta dificuldades. “Só consigo me aproximar dele quando viajo ou quando posso ir ao hangar, o que só aconteceu uma vez na minha vida. Quero me casar com minha namorada e morar com ele em um hangar, é apenas um tipo especial de amor que não machuca ninguém”, revela. Para matar as saudades, a alemã encontrou um jeito de manter a aeronave sempre por perto. “Tenho um grande modelo dele feito de fibra de vidro para demonstrar meu amor”, conclui.

O carinho de Michele pelo avião é conhecido como objectofilia, quando a atração sexual ou romântica é focada em um objeto inanimado específico. Ela percebeu que tinha uma fraqueza por aviões quando fez seu primeiro voo em novembro de 2013. Em março de 2014, ela embarcou no seu primeiro 737-800 e foi amor à primeira vista para Michele. “Gostaria que fosse mais aceito na sociedade, sempre há pessoas que não o aceitam. Sou simplesmente diferente e defendo meu amor pelo meu 737”, desabafa.