22.01.2015  /  12:47

Rihanna vence mais uma etapa do processo contra a Topshop

 

Rihanna e a t-shirt da Topshop que não teve aprovação da cantora || Créditos: Getty Images / Divulgação
Rihanna e a t-shirt Topshop que não teve a aprovação da cantora || Créditos: Getty Images / Divulgação

Tudo indica que Rihanna venceu de uma vez por todas o longo processo contra a Topshop. A marca de fast fashion tem o direito de entrar com mais um recurso, dessa vez com a Suprema Corte, mas isso pode se provar caro e trabalhoso… O dilema é o seguinte: em 2013, RiRi entrou com uma ação porque em 2012 a marca inglesa infringiu os direitos de imagem de Rihanna ao vender t-shirts com o rosto dela sem autorização. A estampa era uma foto dela cantando durante a gravação do clipe “We Found Love” na Irlanda. Rihanna ganhou a primeira batalha, como já contamos, mas Arcadia, que opera a Topshop, entrou com um recurso contra a decisão.

Segundo o portal “WWD”, a justiça britânica confirmou nesta quinta-feira a decisão anterior de proibir a Topshop de vender as t-shirts sem avisar aos clientes de que aquela estampa não foi endossada, autorizada ou aprovada por Rihanna. Todavia, as peças já haviam sido esgotadas antes mesmo de começar o processo. Embora nos EUA exista a lei de direito de imagem para fins comerciais, no Reino Unido não há esse consenso. RiRi só ganhou o processo porque o juiz considerou que “as camisetas foi prejudicial à imagem dela e representou uma perda de controle sobre sua reputação na esfera da moda”. Pano pra manga!