29.03.2018  /  11:06

Ricky Martin sobre ser gay e ter filhos: “O importante é todo mundo se respeitar”

Ricky Martin || Créditos: Getty Images

Um dos famosos que mais lutam pelos direitos dos LGBTs, Ricky Martin contou em entrevista para a revista “Gay Times” que conversa todos os dias com seus dois filhos sobre os diversos tipos de famílias que existem por aí. “Sempre comento com eles que cada família é diferente da outra e o importante é todo mundo se respeitar e viver em harmonia”, disse ele, casado desde o ano passado com o pintor sírio Jwan Yosef.

Recém-saído de uma elogiada participação na série “American Crime Story: The Assassination of Gianni Versace”, na qual interpretou Antonio D’Amico, namorado do estilista italiano morto em 1997, o dono do hit “Livin’ la Vida Loca” se assumiu gay em 2010, dois anos depois de ter os gêmeos Matteo e Valentino via barriga de aluguel.

Martin, aliás, declarou que o que matou Versace foi a homofobia que reinava no fim dos anos 1990. “O assassino dele era um homem que estava na lista dos dez mais procurados do FBI, mas como era alguém que estava matando só homossexuais, ninguém deu bola. E isso me deixa furioso”, desabafou. Aos 46 anos, o astro pop latino vai estrear em começo de abril a residência “All In” no Monte Carlo Resort and Casino de Las Vegas, onde deverá se apresentar até junho. (Por Anderson Antunes)

O cantor na capa da “Gay Times” || Créditos: Reprodução