06.04.2019  /  9:00

Richard Branson lança companhia ferroviária que promete fim dos carros nos EUA

Richard Branson || Créditos: Reprodução/Instagram

Considerado um dos empreendedores mais inovadores da atualidade, Richard Branson resolveu investir em uma indústria que fez algumas das maiores fortunas do começo do século passado: a ferroviária. Na última quinta-feira, o empresário britânico inaugurou a Virgin Trains USA, com a qual promete transformar o setor de transporte público dos Estados Unidos ao ponto de fazer com que os americanos vendam os carros que têm na garagem para embarcar em seus trens, conforme disse aos jornalistas.

E o que a Virgin Trains USA tem de tão especial assim que a diferencia da concorrência? De acordo com Branson, a empresa que a princípio vai operar exclusivamente na Flórida nasce apostando na ideia de que o segredo de qualquer bom negócio está na qualidade dos serviços prestados. “Há tempos que os americanos buscam qualidade nessa área”, ele explicou numa coletiva, antes de lembrar que a grande maioria das companhias ferroviárias dos EUA foi fundada há mais de cem anos.

E como não é homem de falar coisas da boca pra fora, Branson – cujo patrimônio pessoal é estimado em US$ 4,2 bilhões (R$ 16,2 bilhões) – fez questão de atender os passageiros presentes na viagem inaugural da Virgin Trains USA, que partiu de Miami com destino a uma cidade próxima de lá, servindo a todos eles chá e biscoitos. Em outras ocasiões, o bilionário chegou a se vestir de aeromoça para agradar clientes – nesse caso, os da Virgin Airlines, a aérea que o tornou famoso nos anos 1980. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, um post de Branson no Instagram sobre o mais novo negócio dele: