Riccardo Tisci, o novo diretor criativo da Burberry || Créditos: Reprodução Instagram

Riccardo Tisci assume a direção criativa da Burberry e turma da moda vibra com a novidade

16 Compartilhamentos
16
0
0
0
0
0
Riccardo Tisci, o novo diretor criativo da Burberry || Créditos: Reprodução Instagram

A breaking news mais quente do mundo na moda desta quinta-feira é o anúncio da ida de Riccardo Tisci para a Burberry. O estilista assume no dia 12 de março o cargo de diretor criativo da marca britânica, substituindo posto ocupado por Christopher Bailey por 17 anos. Com a novidade, ele coloca fim ao ano sabático que tirou após sair da Givenchy, onde atuou por 12 anos. Neste meio tempo, o estilista firmou parceria de sucesso com a Nike e rodou o mundo, o que incluiu passagens pelo Brasil.

A notícia foi anunciada pelo próprio estilista em seu perfil no Instagram. “Estou honrado e encantado em fazer parte da Burberry como seu novo Diretor Criativo e me unir a Marco Gobbetti. Tenho um enorme respeito pela herança britânica da Burberry e por seu apelo global e estou animado com o potencial dessa marca excepcional”, escreveu. Gobbetti é o diretor executivo da Burberry desde 2016 e os dois já haviam trabalhado juntos na Givenchy entre os anos de 2004 e 2008.

E a animação da turma da moda com a novidade não é pouca. “Londres está fervendo!”, postou o fotógrafo Mert Alas. “A marca britânica mais icônica une forças ao estilista mais quente de nossos tempos! Riccardo e Burberry. O que posso dizer é: ‘que os sonhos comecem’. Parabéns a meu talentoso irmão”, completou Mert.  Além dele, integram a lista que o homenagearam nas redes: Giovanni Bianco, Peter Dundas, Naomi CampbellLily AldridgeCarine Roitfeld e Doutzen Kroes.

Em tempo: Quando anunciou sua saída da Givenchy, no início de 2017, Tisci foi sondado para atuar na direção criativa da Versace, fato que acabou indo por água abaixo. Ao longo da carreira ficou famoso por levar às passarelas misticismo urbano extremamente desejável. De acordo com números oficiais, os 12 anos dele à frente da Givenchy fizeram com que a label fosse avaliada em US$540 milhões (aproximadamente R$1.620 bilhões), incluindo o crescimento no número de funcionários: 290 em 2005 e 930 contratados em 2016. O número de lojas também aumentaram expressivamente e passou de apenas sete em 2005 para 72 atualmente.

A primeira coleção de Tisci para a Burberry será apresentada em setembro, e Glamurama não vê a hora!