16.11.2017  /  11:00

Revista PODER analisa os novos tipos de barba e quem combina com cada uma delas

TÁ NA CARA!

 

Não importa mais o estilo quando o assunto é barba. Rala ou cheia, a moda tem feito muitos poderosos fugir – ou melhor, entrar – na navalha e assumir os pelos do rosto

Por Victor Martinez para a Revista Poder de Outubro

Barba é coisa de sindicalista.De cineasta dos anos 1960. De revolucionário cubano. Do pessoal que apoia Bernie Sanders e o chavismo. É deixá-la crescer e o slogan vem junto: “Hoje eu não tou bom”, “Hasta la victoria siempre”, “Um outro mundo é possível”.

Ledo e ivo engano. A barba agora está nos rostos de um time ideologicamente acima de qualquer suspeita. Do ator George Clooney, passando pelo ícone metrossexual David Beckham até o empresário aeroespacial Richard Branson, muitos poderosos apareceram recentemente por aí exibindo uma senhora barba.

Mas há muito mais gente – célebre ou nem tanto – assumindo os pelos do rosto. “Falavam que era só uma modinha passageira, mas já faz uns três anos que muita gente está deixando a barba crescer”, diz Cacá Maluf, dono da barbearia Casa Murdock, no bairro de Moema, em São Paulo.

A coisa anda tão explícita que pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália, reuniram 8.250 mulheres para saber se essa onda barbuda pode ter uma explicação científica. Divididas em três grupos, elas receberam imagens de homens com espessuras e tamanhos variados de barba para avaliação. Acharam mais atraentes os homens com barba cheia – logo depois, aqueles com barba curta.

Na hipótese de escolher um parceiro de longo prazo, os dados são quase consensuais entre os grupos: quanto mais pelos, melhor. Os resultados foram publicados na revista científica Journal of Evolutionary Biology. O cientista Barnaby Dixson, coautor do estudo, concluiu que mulheres – e também os homens – identificam os barbudos com conceitos como maturidade e masculinidade.

Segundo dados de 2016 da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), os produtos e a prestação de serviços de beleza voltados para o público masculino já movimentam R$ 19,6 bilhões, cerca de 20% do total do faturamento do setor. Demanda aquecida, oferta idem. Já que a densidade demográfica dos barbudos brasileiros não para de crescer, salões de diferentes estilos apareceram pelos bairros das capitais e grandes cidades do país. Também já começam a surgir grandes eventos segmentados. Nos dias 16 e 17 de outubro, por exemplo, Belo Horizonte recebe a primeira edição da ExpoBarber, encontro com palestras, cursos, debates, painéis e workshops com especialistas em técnicas de corte e barba.

O autor Christopher Oldstone-Moore explica no livro Of  Beards and Men: The Revealing History of Facial Hair (Sobre Barbas e Homens: a História Reveladora dos Pelos Faciais, em tradução livre) que “toda vez que a masculinidade é redefinida, a moda de barbas e bigodes muda para se adequar”. Veja como alguns famosos usaram esse recurso ao longo das décadas.

Barba Jurídica: Augusto de Arruda Botelho, Antônio Carlos de Almeida Castro (Kakay), Pierpaolo Bottini, Eros Grau

Barba chuteira: David Beckham (Inglaterra), Claudio Marchisio (Itália), Tim Howard (EUA), Dani Alves (Brasil), Ashley Cole (Inglaterra), Andrea Pirlo (Itália), Raul Meireles (Portugal), Arda Turan (Turquia), Arturo Vidal (Chile), Ezequiel Lavezzi (Argentina), Nicolas Anelka (França)

Barba S/A: Guilherme Paulus, Luiz Seabra, Marcel Telles, Richard Branson, Roman Abramovich

Barba Red Carpet: Sean Connery, Rodrigo Santoro, Jamie Dornan, George Clooney, Ben Affleck, Gael García Bernal, Ryan Gosling, Bradley Cooper, Hugh Jackman, James Franco, Michael Fassbender

Barba Perspectiva: Felipe Protti, Isay Weinfeld, José Ricardo Basiches, Marcio Kogan, Renzo Piano

Barba Planalto: Paulo Paim – senador (PT-RS), Ivan Valente – deputado federal (Psol-SP), Jean Wyllys – deputado federal (Psol-RJ), Valdir Raupp – senador (PMDB-RO), Aécio Neves – senador supostamente impedido (PSDB ), Lula,

Barba Fashion: Alberto Hiar, Felipe Veloso, Rica Benozzati, Maurício Ianês, Alexandre Herchcovitch

Barba Tendência: Fabio Queiroz, Speto, Eduardo Euksuzian, Gabriel Wickbold, Facundo Guerra, André Diniz, Mario Velloso, Luis Fronterotta, Mauricio Prada, Rodrigo Spina, Ricardo Lombardi

Barba Jaleco: Hipócrates, Sergio Simon, Sigmund Freud, Fábio Bibancos,

Barba Tradição: Abraham Lincoln, Che Guevara, Karl Marx, Dom Pedro 2o, Fidel Castro, Paulo Freire, Henrique 8o, Tiradentes

Barba Cabeça: Domenico De Masi, Machado de Assis, Mario Sergio Cortella, Sócrates, Vladimir Safatle, Victor Hugo