12.07.2011  /  8:30

Papo emocionante com Giuliano Manfredini na revista Joyce Pascowitch

A última edição da Revista Joyce Pascowitch tem fortes emoções. É que Giuliano Manfredini, filho de Renato Russo, falou sobre o pai, líder da banda Legião Urbana, e contou detalhes da vida e relação dos dois. Na conversa, fez um desabafo: "Sofri preconceito desde muito novo. As crianças falavam: "Seu pai é gay", seu pai morreu de Aids"… Mas nunca tive problemas em aceitar o estilo de vida dele".

* Giuliano foi adotado pelo compositor de uma mulher que já havia "doado" outros filhos e foi criado em Brasília, pelos avós, enquanto Renato continuou a morar no Rio de Janeiro. "Sempre soube dessa história da adoção. Sempre me preocupei mais em saber se a família que conheço estava bem, se meu pai aprovaria quem sou hoje. Não ligo para quem não me ama", explicou.

* No papo superemocionante, Giuliano lembra ainda um dia inteiro que ele e o pai passaram juntos em uma loja de brinquedos de Nova York. E dá o recado: como herdeiro dos direitos autorais da Legião Urbana, quer acabar com a desavença que vem rolando entre sua família e os outros integrantes do grupo desde a morte de Renato, em 1997.

* "A briga respingou em mim, sim. Acho que estou aqui para apaziguar", ele diz. O baterista Marcelo Bonfá e o guitarrista Dado Villas-Boas também falaram sobre o assunto: "A bola está na mão dele, porque ele não precisa mais ser tutelado e já pode tomar as próprias decisões". Quer ver a entrevista na íntegra? É só clicar aqui.

Giuliano Manfredini: traumas superados e planos de reatar amizades na revista Joyce Pascowitch