26.04.2018  /  10:46

Retuíte de Trump custou mais de 8 milhões de seguidores a Kanye West? Glamurama explica…

Donald Trump e Kanye West || Créditos: Getty Images

Lembra da entrevista que Kanye West deu para uma rádio americana na segunda-feira, na qual disse que “ama” Donald Trump? Alvo de críticas por causa do comentário, o rapper voltou a tocar no assunto nessa quarta. “Vocês podem não concordar com o Trump, mas ninguém vai conseguir fazer com que eu deixe de amá-lo”, ele postou no
Twitter. “Eu amo todo mundo. Ele [Trump] é meu irmão. Não concordo com tudo o que as pessoas fazem. E é isso que faz de nós indivíduos, e temos o direito de pensar independentemente.”

O próprio presidente dos Estados Unidos retribuiu a declaração com um retuíte. Por coincidência, logo depois disso o número de tuiteiros que seguem o marido de Kim Kardashian caiu de 27 milhões para 18,7 milhões. Mas nada de karma ou retaliação política, já que a queda de mais de 8 milhões de seguidores aconteceu por causa de um problema técnico causado alguns dias antes pelo fato de West ter desativado sua conta temporariamente.

“Qualquer flutuação [no número de seguidores] que as pessoas possam estar vendo é resultado de uma inconsistência e deve ser resolvida em breve”, um porta-voz do Twitter disse em comunicado. Aparentemente isso é comum no caso daqueles que contam com muitos seguidores no microblog e que resolvem sair de cena de vez em quando, dependendo da lua… (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o post original de Kanye retuitado por Trump: