19.04.2021  /  18:02

Restauração da Catedral de Notre-Dame depende de vaquinha organizada por grupo de conservação. E as doações prometidas?

Catedral de Notre-Dame || Créditos: Reprodução

Já imaginou fazer uma doação para restaurar uma estátua sagrada, à sua escolha, de uma das igrejas mais icônicas do mundo? O grupo de conservação Friends of Notre-Dame de Paris está fazendo uma vaquinha para ajudar o projeto de reconstrução da catedral, que foi parcialmente destruída por um incêndio em abril de 2019. Quem contribuir com a iniciativa pode escolher onde seu dinheiro será usado: desde as figuras dos santos sagrados até as pedras e vitrais da igreja.

A campanha já conseguiu financiar a reconstrução de vários santos, como Marcos, Paulo e Judas, e uma pintura de “O Centurião Cornélio aos Pés de São Pedro” atingiu mais da metade da verba necessária, segundo o site da organização. Porém, outras figuras importantes, como a da camponesa e santa francesa Joana d’Arc, e algumas estátuas de pedra ainda têm um longo caminho pela frente.

Vale lembrar que logo após o incêndio, há dois anos, o governo francês chegou a anunciar um concurso internacional para reformular o edifício. A iniciativa atraiu algumas ideias pra lá de criativas, como a do arquiteto belga Vincent Callebaut, que desenhou uma fazenda urbana para parisienses vulneráveis e desabrigados com direito a um design de vidro futurista e energia solar.

De toda forma, em julho de 2020, foi anunciado que a catedral seria reconstruída exatamente como era antes. A arrecadação de fundos foi encabeçada, inicialmente, pelas famílias mais ricas da França, que chegaram a prometer a doação de 500 milhões de euros, o equivalente a mais de 3 bilhões de reais.