01.11.2017  /  17:30

Responsável por agitar a festa de 11 anos da Revista J.P, DJ Milton Chuquer engata novos projetos

DJ Milton Chuquer || Créditos: Divulgação

Responsável por agitar a festa de 11 anos da Revista J.P o DJ Milton Chuquer tem uma das agendas mais concorridas do pedaço. Mesmo com uma programação fechada até o final de 2018, que inclui festas de casamento e afins, mantêm firme e forte seus projetos paralelos com os agitos de house music. O DJ carrega influências de grandes clubes dos anos 70, uma vez que passou sua juventude ouvindo soul, funk e disco nas cabines dos melhores de São Paulo. Colecionador de discos, se tornou DJ profissional em 1996 e criou projetos como House Flavours e Go Deep. Também participa da festa Sunday Sessions, que acaba de completar 12 anos e já teve edições na D-Edge e no Mirante 9 de julho.

Beto e Milton Chuquer  || Créditos: Divulgação

Neste final de semana Milton desembarcou em Nova York, onde acionou suas pick-ups em um casamento e em duas festas: a Funk Box no CIELO, o “templo sagrado” da house music, e no Bar Belly, onde dividiu o line-up com seu filho Beto Chuquer.

Milton Chuquer ainda participa no dia 24 de novembro da Heavy Love, festa que tem seu filho Beto Chuquer entre os sócios junto com Franco Fruguiele, Arnaldo Karabachian Camorim, Filipe Levy e Saulo dos Santos. Ele comandará o som da houseparty mais concorrida de São Paulo que reúne apenas amigos em um clima intimista e sempre fechada ao público.

Heavy Love || Créditos: Divulgação

E a agenda do DJ não para por ai. Para entrar em 2018 com o pé direito, Milton ao lado dos sócios João Forbes, Paulo Barreto e Jean Gras, organiza o Réveillon Baleia que completa 22 anos com a energia mais do que renovada. A festa contará com uma programação reforçada começando no dia 30, com a festa Pré-Reveillon Heavy Love Sunset, e no dia 31, a virada acontecerá com o Réveillon Baleia 2018.