23.05.2011  /  9:00

Vale a pena ver de novo? Para Francisco Cuoco, que está na nova versão de “O Astro”, a resposta é sim

Uma TV cheia de remakes de novelas antigas pode ser sinal de falta de criatividade? De jeito nenhum – ao menos para Francisco Cuoco, ator que esteve na primeira versão de “O Astro”, em 1977, e que, agora, grava o remake da trama, que a Globo leva ao ar em julho.

* “O remake é uma alternativa”, avalia o ator. “Eu mesmo já vi muitas coisas em teatro que penso que poderiam voltar, que gostaria de fazer também. São coisas que deram tão certo, clássicos que podem chegar a outra geração, com nova linguagem, nova dinâmica”, completa.

* Por dinâmica, entenda-se: concisão. É que a nova versão de “O Astro” terá 60 capítulos, ou seja, vai ao ar em julho e deve terminar em outubro. Rápida, não?

Francisco Cuoco: remake como alternativa