18.03.2019  /  11:05

Rei do luxo, Bernard Arnault se torna o terceiro homem mais rico do mundo. De quem ele roubou o lugar?

Bernard Arnault || Créditos: Getty Images

Dança das cadeiras na lista dos homens mais ricos do mundo: o mega-investidor americano Warren Buffett acaba de perder o posto de terceiro colocado para o francês Bernard Arnault, acionista controlador e CEO do LVMH, o maior conglomerado de marcas famosas do mundo (dono da Louis Vuitton e da Dior, só para citar as mais famosas). Buffett tem agora estimados US$ 84,3 bilhões (R$ 322,4 bilhões) na conta, enquanto Arnault está ligeiramente acima dele, com US$ 85,1 bilhões (R$ 325,4 bilhões). Os dois mais ricos do planeta continuam sendo Bill Gates, cofundador da Microsfot, cuja fortuna é de US$ 99,5 bilhões (R$ 380,5 bilhões), e Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon, bem distante no primeiríssimo lugar com seus US$ 142 bilhões (R$ 543 bilhões).

Pode-ser dizer que o salto de Arnault, que é o homem mais rico da Europa, se deve ao apetite dos chineses por produtos de luxo. É que o LVMH divulgou recentemente um lucro bem acima do esperado por analistas que teve em 2018 em razão do forte aumento de vendas que registrou nos mercados asiáticos, algo em torno de 15%, e em especial a China, depois de um período de fraco crescimento por lá. O consenso entre quem entende desce sobe e desce é que a curva ascendente do gigante do luxo tem tudo para continuar no mesmo ritmo nesse ano. (Por Anderson Antunes)

Warren Buffett em queda || Créditos: Getty Images