14.03.2020  /  9:00

Rei das dublagens, Tiago Abravanel fala sobre desafios de dar voz a filmes e séries: “Tem que encaixar na boquinha do personagem”

Tiago Abravanel || Créditos: Reprodução

“Pets 2”, “Detona Ralph”, “Mogli – O Menino Lobo”… a lista de produções dubladas por Tiago Abravanel é extensa e ele tem agora mais um desafio, a nova temporada de ‘Nivis, amigos de outro mundo’, série que acaba de estrear nova temporada no Disney Junior, em que ele interpreta a voz de Baldo, o pai da família Nivis: “A dublagem sempre esteve presente na minha vida, pois eu sempre gostei de brincar com vozes. Talvez até inconscientemente pois, quando criança, eu gostava de imitar a voz dos personagens e sabia filmes inteiros”, explicou o artista que sempre foi um apaixonado por animação, séries e filmes. Ainda segundo o artista, a dublagem traz emoção e desafios que ele fez questão de destacar. Dá uma espiada!

A estreia: “No dia que recebi o convite para fazer minha primeira dublagem, que foi o Ralph de “Detona Ralph” (Disney), eu estava no check-in do aeroporto e fui chorando de São Paulo até o Rio dentro do avião”.

Filme ou Série? “A maior diferença é que um filme tem começo, meio e fim, então você sabe de todo o processo. Mesmo, na dublagem. Já a série tem esse processo em vários episódios, em diferentes histórias, o que faz com que o trabalho seja uma novidade a cada capítulo”, revela Tiago.

Dublar é uma arte? “É um trabalho impressionante e muito difícil. É a interpretação, personificação da sua voz, com todas as intenções e nuances. Sem falar em ter que encaixar na boquinha do personagem, fazer caber na frase, no movimento da boca e ainda trazer intenção e emoção”.

E os desafios? “Justamente por eu gostar muito de animação, me envolvo com os personagens e entro na história. No “Detona Ralph”, por exemplo, tiveram dois momentos dentro do filme em que eu tive que parar de dublar pois eu me envolvi e comecei a chorar”.

Emoção: “É muito gratificante e, ao mesmo tempo, me dá muita responsabilidade. Eu sei o que foram essas vozes de personagens para minha vida e como isso marca a vida de alguém”.