22.04.2021  /  11:45

Jeff Bezos que se cuide: fortuna de Bernard Arnault aumenta R$ 12,6 bi em apenas um dia. O motivo? O mercado da China

Bernard Arnault
Bernard Arnault || Créditos: Reprodução

Faltam “apenas” US$ 12,6 bilhões (R$ 69,2 bilhões) para que Bernard Arnault tire de Jeff Bezos o título de homem mais rico do mundo. E tudo indica que no momento os investidores estão na torcida para que o francês, por enquanto o segundo homem mais rico do mundo, seja alçado ao topo da lista com os maiores bilionários do planeta, já que a ação da empresa dele – o conglomerado de luxo LVMH, que tem papeis negociados na Bourse de Paris – disparou quase 2% no pregão dessa quinta-feira, elevando seu valor de mercado para € 315,7 bilhões (R$ 2,08 trilhões).

Maior acionista do LVMH, Arnault viu sua fortuna saltar mais de US$ 2,3 bilhões (R$ 12,6 bilhões) em razão de tamanha movimentação, para o total de US$ 183,3 bilhões (R$ 1 trilhão). Cofundador e maior acionista da gigante do e-commerce Amazon, Bezos tem estimados US$ 195,9 bilhões (R$ 1,08 trilhão), mas ganhou “só” US$ 102 milhões (R$ 560,3 milhões) até agora nessa quinta.

Já o motivo que está levando os experts nesses altos e baixos das bolsas a apostarem no LVMH tem a ver com os resultados preliminares de suas vendas globais no primeiro trimestre do ano, que ficaram bem acima do esperado por analistas. O mesmo, aliás, aconteceu com outras marcas de luxo e também com a Hermès, cujas receitas entre janeiro e março saltaram impressionantes 44%, em parte porque na China, o principal mercado da maison francesa, a crise causada pelo novo coronavírus parece já ser coisa do passado. (Por Anderson Antunes)