22.04.2019  /  8:21

Recém-separados, Adele e Simon Konecki não deverão brigar pela fortuna de mais de R$ 700 mi da cantora

Adele e Simon Konecki || Créditos: Reprodução

São mínimas as chances de que Adele perca metade de sua fortuna para Simon Konecki, com quem a cantora subiu ao altar em 2016 e de quem está se divorciando, conforme chegou a ser noticiado no fim de semana assim que a notícia sobre a separação deles foi anunciada. Dona de um patrimônio pessoal estimado em quase US$ 200 milhões (R$ 786 milhões), a intérprete de “Someone Like You” nunca assinou um acordo pré-nupcial e tampouco jamais se preocupou com isso, e o motivo é um só: cofundador da marca de água mineral eco-friendly Life Water, uma das que mais crescem no Reino Unido, e sócio de vários outros negócios, Konecki é tão rico quanto ela.

Em tese, o empresário poderia até brigar na justiça pelos 50% dos milhões da agora ex, mas como tem mais ou menos a mesma quantia na conta um enfrentamento desse tipo não faria sentido. Além disso, Adele e Konecki decidiram amigavelmente colocar um ponto final na união de quase três anos (antes da troca de alianças, os dois namoraram durante uns quatro anos), tanto que ambos já comentaram com os mais próximos e até mesmo entre si que estão prontos para uma nova relação amorosa.

Pelo sim ou pelo não, Adele fez questão de presentar o pai de seu filho Angelo, de 6 anos, com a mansão de US$ 9,5 milhões (R$ 37,3 milhões) que comprou em Los Angeles na mesma época em que se casou. É que o pequeno adora a propriedade, e como a mamãe dele está ocupadíssima escrevendo e gravando novas músicas para o álbum que tem no forno, Konecki é quem deverá passar mais tempo cuidando do herdeiro por uns tempos. (Por Anderson Antunes)