19.08.2020  /  10:42

Recém-lançada no Brasil, marca de produtos de beleza de Rihanna deverá faturar US$ 1 bilhão em 2020

Rihanna || Créditos: Reprodução

Estimativas iniciais apontam que a Fenty Beuaty, a marca de produtos de beleza fundada por Rihanna que acaba de chegar ao Brasil, deverá terminar 2020 com receitas totais perto de US$ 1 bilhão (R$ 5,46 bilhões), em parte beneficiada pelo aumento de suas vendas online por causa da quarentena. Se confirmada, a cifra será suficiente para fazer da cantora a mais bem-sucedida magnata dos cosméticos entre as celebridades que se aventuraram no disputado segmento nos últimos tempos, sendo que por enquanto esse título está nas mãos de Kylie Jenner, cuja Kylie Cosmetics fatura em torno de US$ 125 milhões (R$ 682,7 milhões) anuais.

Mas o fato de que possivelmente terminará o ano com um faturamento bilionário não necessariamente torna a intérprete de “Diamonds” numa integrante do clube dos dez dígitos, uma vez que vários fatores são levados em conta na hora de estimar o valor de mercado de uma empresa de capital fechado como a Fenty Beauty, que faz sucesso por conta de seu catálogo amplo com produtos para todos os tipos e cores de pele. Além disso, RiRi é dona de apenas 50% da companhia que fundou em 2017 – a metade restante pertence ao gigante do luxo francês LVMH, que inclusive estaria interessado em aumentar sua participação na sociedade.

Aos 32 anos, no entanto, a estrela barbadiana não tem motivos para reclamar. Com uma fortuna estimada em US$ 600 milhões (R$ 3,28 bilhões) e crescendo em ritmo acelerado mais por conta de suas investidas no mundo da beleza do que no showbiz, Rihanna é tida por muitos analistas como uma provável futura bilionária, um feito que a tornaria também o primeiro grande nome da música a ter um patrimônio pessoal estimado em US$ 1 bilhão (R$ 5,46 bilhões) ou mais. E olha que nem Paul McCartney, atualmente o músico mais rico do mundo, chegou lá ainda. (Por Anderson Antunes)