27.07.2020  /  11:02

Raridades de Miró e Matisse serão leiloadas com lance inicial de R$ 277,4 milhões. Aos detalhes!

Perelman e os quadros que serão leiloados: o maior, de Miró, e o outro assinado por Matisse || Créditos: Reprodução

Aos interessados em arte, a oportunidade é única: dono de uma maiores coleções de quadros do planeta, o bilionário americano Ronald Perelman resolveu se desfazer de algumas de suas raridades. Perelman, que construiu uma fortuna de mais de US$ 6 bilhões (R$ 31,2 bilhões) comprando fatias de empresas de diversos setores quando estas passavam por dificuldades, fechou com a Sotheby’s para vender no martelo duas de suas peças mais valiosas, uma assinada por Joan Miró (“Peinture (Femme au Chapeau Rouge)”) e outra por Henri Matisse (“Danseuse dans un interieur, carrelage vert et noir”).

Ambas terão um lance inicial combinado de US$ 53,3 milhões (R$ 277,4 milhões) em um leilão que a empresa anglo-americana prepara para esta terça-feira em sua filial de Londres. Perelman, que está em seu quinto casamento – o quarto foi com a atriz Ellen Barkin e durou entre 2000 e 2006 – quer diminuir seus bens materiais a fim de preparar a herança e também para ter mais tempo para curtir com sua atual mulher, a psiquiatra Anna Chapman, com quem tem dois filhos. (Por Anderson Antunes)