04.01.2021  /  10:17

Rainha vetou pessoalmente a participação de Harry nas comemorações por feriado de guerra

Elizabeth II e o príncipe Harry
Elizabeth II e o príncipe Harry || Créditos: Reprodução

Lembra que Glamurama contou em novembro que o príncipe Harry havia feito de tudo para poder participar das comemorações pelo Remembrance Day, um feriado criado no Reino Unido em 1919 e desde então celebrado todo dia 11 do mês para homenagear os soldados das Forças Armadas do país que morreram no decorrer da Primeira Guerra Mundial? Na ocasião, a mídia britânica tinha publicado várias matérias dando conta de que o ex-royal chegou a fazer um pedido pessoal para a rainha Elizabeth II a fim de garantir a permissão de sua presença na data especial – o que foi respondido pela avó dele com um sonoro “NÃO!”.

Acontece que nesse fim de semana o “Daily Mail” publicou detalhes sobre os bastidores dessa “negociação”, e que apontam para uma postura ainda mais rígida de Sua Majestade no tratamento com o neto mais polêmico dela. De acordo com o jornal, a monarca levou “dois segundos” para decidir que Harry não merecia estar entre os participantes da realeza escolhidos para dar pivô no último Remembrance Day, que é considerado um momento “sagrado” no calendário anual dela.

Apesar desse chega pra lá, as mesmas fontes ouvidas pelo “Daily Mail” que apresentaram tal versão garantiram que Elizabeth II ainda ama muito e admira Harry por sua coragem de levar a vida como bem entende e, particularmente, suas conquistas na carreira militar. Mas, uma vez fora da “firma” (como ela se refere à família real), qualquer um que passe por isso vira carta fora do baralho para a chefe da Casa Real de Windsor. (Por Anderson Antunes)